ESTÁS AQUI
NOTICIAS 

Morreu a mulher mais gorda do mundo. Tinha o sonho de ser um exemplo

Com 37 anos, Eman Abdul Atti tentava recuperar a sua vida, depois de um grave problema de tiroide.

Eman Abdul Atti, conhecida como a mulher mais gorda do mundo, morreu, aos 37 anos, no hospital de Burjeel, em Abu Dhabi, avançaram fontes hospitalares.

A mulher que chegou a pesar cerca de 500 quilos esteve 20 anos em casa por não ter condições para se mexer ou sequer andar.

Em maio, uma equipa de 20 médicos num hospital dos Emirados Árabes Unidos recebeu Atti e iniciou um tratamento para perder quilos, sendo que os profissionais de saúde falam num problema de saúde associado à tiroide.

Numa fase da vida em que a mulher parecia conseguir alguns dos seus objetivos com a perda de peso, Eman Abdul Atti acabou por morrer, quando sonhava começar a dar palestras em escolas para partilhar o seu exemplo.

@sidney_tv 🇦🇴 #a_sua_tv_online

Artigos Relacionados

Deixar um comentário